26/09/2020

Alcachofra: o que é, para que serve e benefícios

Alcachofra: o que é, para que serve e benefícios

A alcachofra já era bem conhecida entre os gregos e romanos que conheciam desde muito tempo os benefícios dela para a saúde.

Para ajudar você a entender mais sobre a alcachofra, preparamos o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe agora mesmo!

O que é a alcachofra?

Planta de origem mediterrânea, pertencente à família Asteraceae, a alcachofra é caracterizada por um caule robusto e ramificado, enquanto a parte comestível corresponde às inflorescências.

Existem inúmeras variedades, a ponto de você poder contar até cerca de 90 em todo o mundo, distinguíveis pela forma ou cor.

Para que serve a alcachofra?

As alcachofras são uma fonte valiosa de sais de potássio e ferro. Elas contêm um ingrediente ativo, a cinarina, que promove a diurese e a secreção de bile.

Protetoras indiscutíveis do fígado, as alcachofras aumentam o fluxo biliar e são muito indicadas na dieta de diabéticos.

A infusão preparada com folhas de alcachofra, que pode ser associada a outras ervas, é verdadeiramente milagrosa do ponto de vista de estimular a diurese e eliminar toxinas: o sabor é muito amargo, mas o benefício é garantido.

As alcachofras também estão entre os alimentos com maior teor de fibras, portanto, são úteis para a regularidade intestinal.

A alcachofra é um alimento que também tem um efeito positivo no sistema cardiovascular, pois é um alimento redutor do colesterol.

Benefícios da alcachofra:

Os elementos que acabamos de ver, trabalhando em sinergia, conferem às alcachofras propriedades úteis para o bem-estar do nosso corpo. Então, vamos ver quais são os benefícios que esse vegetal traz para a nossa saúde:

É diurética

As alcachofras estimulam a diurese graças à presença de potássio e cinarina, por isso são importantes para a purificação dos rins, para baixar a pressão arterial e para combater a celulite.

A infusão preparada com folhas de alcachofra é ideal para estimular a diurese e eliminar toxinas, o sabor é muito amargo, mas definitivamente vale a pena.

Felizmente, o suplemento é igualmente eficaz, sem o gosto desagradável.

Reduz os níveis de colesterol ruim

O consumo de alcachofras, em particular das folhas e do extrato, tem-se mostrado válido na redução dos níveis de colesterol ruim no sangue, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares, graças à presença de inulina, uma fibra e vários ácidos.

Além disso, as alcachofras são capazes de reduzir o nível de triglicerídeos.

É rica em antioxidantes

Os antioxidantes são úteis para neutralizar a ação dos radicais livres, substâncias que podem favorecer o aparecimento de tumores.

Nas alcachofras, está presente o ácido clorogênico, um forte antioxidante útil na prevenção de doenças cardiovasculares e ateroscleróticas.

Ajuda na digestão

Esses vegetais sempre foram usados ​​para promover a digestão. Esta propriedade das alcachofras é conferida pela presença da cinarina, uma substância amarga que já tivemos oportunidade de conhecer, que favorece os processos digestivos, nomeadamente por estimular a secreção biliar.

Regula o trânsito intestinal

As alcachofras são ricas em fibras, por isso são úteis na regulação do trânsito intestinal em caso de prisão de ventre e ajudam a limpar o cólon de resíduos e toxinas.

Como tomar a alcachofra?

Uma boa forma de consumir alcachofras é comê-las cruas, para se beneficiar plenamente das suas propriedades antioxidantes e hepatoprotetoras.

Contudo, nem sempre é fácil integrar esse alimento a nossa alimentação diária. Por isso, um suplemento pode ser uma melhor escolha.

Nesse caso, sugere-se ingerir 3 a 4 cápsulas ao dia, uma antes de cada refeição principal (café da manhã, almoço e jantar).

Gostou de saber mais sobre a alcachofra? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!